Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in /home/lojadacl/public_html/labpsibarcelos/site/funcoes.php on line 60
Laboratório de Psicologia de Barcelos - Perturbações de Ansiedade da Criança e do Adolescente

Untitled Document

Perturbações de Ansiedade da Criança e do Adolescente

As perturbações de ansiedade são bastante frequentes nas crianças e adolescente,  com uma prevalência que ronda 4-10% das crianças e 12-20% dos adolescentes.
Publicado em 2014-12-13

TEMA DE HOJE: Perturbações de Ansiedade da Criança e do Adolescente

 

As perturbações de ansiedade são bastante frequentes nas crianças e adolescente,  com uma prevalência que ronda 4-10% das crianças e 12-20% dos adolescentes. De acordo com alguns estudos efetuados na área, são a forma mais comum de psicopatologia, e a razão mais frequente a justificar um pedido de consulta antes da idade adulta.

As perturbações de ansiedade, particularmente a perturbação de ansiedade de separação, as fobias e a perturbação de ansiedade generalizada, são mais frequentes em raparigas do que em rapazes.

Importa saber reconhecer os sintomas ou sinais de ansiedade excessiva que podem não ser tão facilmente identificados pela criança e seus pais. Assim, pode acontecer que nem a criança nem os pais refiram ansiedade e apenas sejam apresentadas algumas queixas físicas que sabemos se associarem a estados de elevada tensão muscular: por exemplo, dores de barriga, de cabeça, ou outro tipo de dores musculares, sem que a criança e os pais tenham contudo consciência que esse mal-estar decorre da elevada ansiedade.

As crianças ou adolescentes com problemas de ansiedade manifestam dificuldades psicossociais – tais como baixo rendimento escolar, evitamento do relacionamento com pares e conflitos com a família contrariam uma progressão desenvolvimental normal; estão assim em risco para trajetórias desenvolvimentais menos adaptadas e a presença de psicopatologia na idade adulta.

Estas evidências justificam por si só a intervenção psicológica, mesmo nas situações em que critérios para uma perturbação não estão preenchidos, mas, sobretudo pelo mal-estar causado na criança e nos pais.

 

Sejam simpáticos! 

 

Voltar
Quer um site assim?